SEJAM BEM-VINDOS !

BENDITO O QUE VEM EM NOME DO SENHOR !

terça-feira, 11 de outubro de 2016

QUANDO CHEGA A REJEIÇÃO

"Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá". (Salmos 27:10)

Quem gosta de ter e andar em boa companhia? 
Essa é praticamente uma pergunta retórica; é claro que todos queremos ter boas pessoas nos acompanhando sempre. 
O ser humano não nasceu para viver e nem ser sozinho; somos dependentes uns dos outros, bem como devedores uns dos outros do amor que recebemos de Cristo.
Por mais que tentemos negar ou esconder, estamos sempre fazendo o possível para agradar as pessoas que nos cercam, para conquista-las e assim, termos sempre com quem nos relacionarmos.
Claro que também existem pessoas que possuem uma certa dificuldade para se relacionar, mas isso não faz delas pessoas que aceitem o isolamento e a solidão.
Todos nós precisamos de companhia e de aprovação naquilo que fazemos e, exatamente por isso, nos esforçamos ao máximo em nossas tentativas, que muitas  vezes acontecem sem mesmo que notemos.
Foi assim com os nossos pais: fazíamos o possível para agradá-los e receber deles a aprovação!
Foi assim com os nossos professores: queríamos ser reconhecidos como bons alunos!
Foi assim com as nossas esposas e maridos, fizemos de tudo para mostrar a eles o nosso melhor!
Infelizmente, no nosso dia a dia, essa busca pela aprovação das pessoas, até mesmo pessoas específicas, nem sempre se torna uma busca vitoriosa e acabamos nos deparando com a reprovação daquilo que fazemos, não porque fizemos errado, mas simplesmente porque não nos olharam com bons olhos, ou porque não nos encaixamos naquilo que alguém define como padrão. Não que as nossas atitudes estejam erradas, pelo contrário, as vezes as nossas atitudes são extremamente corretas, porém, alguém por algum motivo, decide não aprova-las e acaba, enfim nos rejeitando!
E como é difícil aceitar a rejeição, principalmente quando essa rejeição parte de algum familiar ou de alguém que nós amamos, respeitamos ou admiramos!
As vezes é um pai que não aceita a profissão que um filho escolheu para si, ou uma mãe que não aceita a namorada ou esposa de seu filho; um patrão que não reconhece o esforço de seu funcionário; um líder que não se importa de verdade com o esforço que um liderado seu teve ao estudar, fazer um curso ou se preparar para algo; ou quem sabe aquela pessoa que você espera um certo apoio mas ela te ignora, te despreza, te rejeita e não te trata da mesma forma que trata os outros.
As possibilidades são infinitas, mas a rejeição e até mesmo o desrespeito pelo esforço e pelo trabalho de alguém é sempre o mesmo e sempre traz dor e desânimo a pessoa rejeitada, afinal, quem é que gosta de se dedicar, se esforçar para alcançar algo e quando, finalmente chega no final, não recebe o mínimo respeito por todo o seu esforço, por toda sua luta, por toda a sua dedicação?
A rejeição e o desrespeito podem ser percebidos em atitudes muitas vezes consideradas simples, necessariamente a rejeição não precisa ter refletores a iluminando.
A rejeição dói, fere, machuca profundamente a alma!
Em Salmos 27:10 encontramos a resposta para toda e qualquer rejeição que possamos vir a enfrentar: Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá!
Deus está sempre atento a tudo, ele abomina a injustiça!
Acredite que por mais que pai, mãe, filho, parente, esposo, esposa, líderes e amigos te abandonem, Deus sempre estará ao seu lado para te amparar e te dar o consolo!
Importa mesmo é agradar a Deus e viver como ele quer que vivamos, pois ele é fiel, justo e a companhia perfeita para os rejeitados, bem como para os não rejeitados!
Com Deus não existe barganha ou politicagem, ele ama e simplesmente ama!
Acredite em Deus, ele sempre estará ao seu lado nos bons e maus momentos!

(Seminarista Daniel Gummi A. de Souza)


Postar um comentário