SEJAM BEM-VINDOS !

BENDITO O QUE VEM EM NOME DO SENHOR !

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

AQUELE GAROTO

Aquele garoto continua no mesmo lugar, com seu jeito meio esquisito de falar, com sua voz nasal, porém nítida;
Aquele garoto continua no mesmo lugar, com seus olhos, como sempre, repletos de uma esperança pulsante;
Aquele garoto continua afirmando que não almeja riquezas, apenas uma vida um pouco mais tranquila e confortável, pois se sente um pouco exausto de toda aquela correria, porém, aceita com muita paz em seu coração o sim ou o não de Deus para esse seu pedido;
Aquele garoto me contou que quando tinha seis anos de idade, dormiu profundamente numa tarde, e ao acordar, procurou por sua mãe e não a encontrou, então começou a chorar muito e a chamar por ela, pois pensou que sua mãe o havia abandonado, mas ela estava apenas varrendo a calçada de sua casa, então ele a abraçou e disse que a amava muito e que tinha muito medo de perde-la; ele disse que sua mãe sorriu e disse que isso nunca aconteceria, ela sempre estaria ao lado dele;
Aquele garoto ainda fica com os olhos cheios de lágrimas quando fala sobre a saudade que sente de seus familiares e amigos que partiram, principalmente de sua melhor amiga;
Aquele garoto, sempre que lembra ou comenta sobre sua melhor amiga, gosta de cantar um antigo hino cristão que diz: "Atribulado coração, em Cristo alívio encontrarás, consolo, paz e seu perdão, sim dele tu receberás";
Aquele garoto me fez chorar quando me disse que desde os cinco anos de idade sabia cantar esse hino inteiro, e que muitas vezes o havia cantado para sua mãe, sua irmã e suas primas ouvirem;
Aquele garoto, ao pegar uma Bíblia, me disse que o seu maior sonho é viver em conformidade com tudo aquilo que ele havia aprendido e que continuava aprendendo com aquele Livro;
Aquele garoto me fez sorrir quando, acariciando sua gata de estimação, me disse que Deus era perfeito e que toda a sua criação era um grande presente Dele para nós;
Aquele garoto me fez ter esperança, quando afirmou que através de Cristo Jesus, Deus reconciliou consigo todas as coisas e fez conosco uma nova aliança;
Aquele garoto me comoveu, quando me contou a história de sua vida, me falou sobre todas as suas perdas, mas afirmou que confiava em Deus e sabia que todas as coisas contribuíam para o bem daqueles que amam a Deus;
Aquele garoto sabe muito bem que, apesar de viver só, nunca está sozinho, pois sente a presença de Deus constantemente em sua vida e que fala com Ele todos os dias;
Aquele garoto acredita que Deus tem um propósito na vida de cada pessoa, independentemente da "religião" que essa pessoa esteja inserida;
Aquele garoto afirmou que crescerá trilhando os caminhos de Deus e que nada, nem ninguém conseguirá devia-lo desse caminho;
Aquele garoto se olhou no espelho e ao ver sua imagem, me disse que espera de verdade que um dia, quando as pessoas olharem para ele, não vejam ele, mas sim a Jesus;
Aquele garoto apesar de gostar de ficar no seu canto, disse que ama seus amigos, que são poucos, porém, são verdadeiros, e afirmou que é capaz de fazer tudo por eles;
Aquele garoto disse que Deus abrirá as portas para ele, mesmo que os homens tentem fecha-las, e afirmou que a vontade de Deus sempre prevalece e que afirmou que será muito usado por Deus;
Aquele garoto orou e pediu a Deus que todas as famílias permaneçam unidas, não apenas nas datas comemorativas, e que o amor aumente cada dia mais entre eles;
Aquele garoto me disse que cometeu vários erros na vida, mas sabe que Deus o perdoou, e me disse que não é perfeito, e que luta para ser uma pessoa melhor a cada dia, mesmo com suas fraquezas;
Aquele garoto, enquanto limpava os seus livros, me disse que era agradecido a Deus por ter a oportunidade de te-los em casa e poder desfrutar de cada palavra contida em cada um deles, pois eles são grandes fontes de conhecimento;
Aquele garoto se despediu de mim com um sorriso sincero e me disse que sempre estaria comigo, em meu coração e em minhas lembranças;
Aquele garoto disse que eu não deveria temer a vida, pois Deus sempre me sustentaria e providenciaria tudo aquilo que eu precisasse para viver;
Aquele garoto se foi, mas de uma maneira surpreendente, permanece vivo em meu coração e em minhas lembranças, do jeitinho que ele prometeu que seria.

(Seminarista Daniel Gummi A. de Souza)


Postar um comentário